"". Life of Cherry: Movie 36: maio !-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

9.6.18

Movie 36: maio


Pequena nota antes da publicação: Peço desculpa por me ter ausentado do blog esta semana sem ter avisado. Só fiz tardes esta semana no meu estágio e, apesar de ter publicações escritas em avanço, cheguei sempre  muito tarde a casa e, para agravar, com muitos trabalhos para fazer. Estas próximas duas semanas vão ser um bocado complicadas, mas eu vou tentar manter o blog mais atualizado. Aguentem que estou a preparar umas publicações e, no verão, o blog vai animar).

O mês de maio é um mês muito especial para mim em que a realidade, de repente, se torna muito melhor do que a ficção, pelo que  abandono temporariamente os livros e os filmes para viver todos os momentos ao máximo. Neste mês, só os filmes mais "wow!" é que me cativam e fazem com que decida ceder duas horas do meu tempo. Um dos filmes que vi este mês não teve esse factor "wow!", mas os outros dois são mesmo cativantes. Sem mais demoras, aqui estão os filmes que vi em maio.


1. Anon: E se a privacidade fosse um crime? "Anon" atira-nos para um futuro próximo onde tudo é gravado, sendo possível reproduzir a nossa memória assim como a dos outros, através de um pequeno implante no olho. Todos os momentos do quotidiano de cada pessoa são armazenados, como um upload, num armazém digital chamado " The Ether", permitindo o replay instantâneo de qualquer parte do registo de cada um. A dependência digital é levada ao extremo quando tudo é digital, desde a biografia de um estranho até à publicidade que aparece quando olhamos para uma montra. É uma ideia muito ousada e inquietante. O filme acompanha um detetive solitário que, com toda esta informação gravada, facilmente resolve os seus casos. Mas tudo muda quando encontra uma mulher que não tem qualquer tipo de pegada digital e que, pior, hackeia e elimina a pegada digital dos outros, colocando em causa todo o sistema de segurança. Ok, estendi-me um bocado aqui mas foi para vos contar um pouco da sinopse do filme, que é mesmo muito cativante. Mesmo com um orçamento reduzido, "Anon" é visualmente fascinante e convincente de se ver. Existem muitas reviews a dizer que este é um filme muito parado e aborrecido, mas isso é porque as pessoas estão habituadas a filmes de ficção científica com muita ação e cenas a explodir e a ir pelos ares. Não vão encontrar isso nesse filme. Sim, é mais parado, mas não é nada aborrecido. Todo este mundo cinzento tecnológico e o mistério criam um suspense que nos deixa intrigados com a história e interessados até ao fim.


2. Megan and Harry- A Royal Romance: Maio foi marcado por mais um casamento real britânico e, como sabem, eu não perco nenhum evento da realeza britânica nem por nada deste mundo. Desta vez, foi do fofo do Harry (quem diria que este bad boy iria assentar?) com a atriz Megan Markle. Como já é habitual, não perderam tempo e lançaram logo um filme sobre este casal, mesmo antes de estarem casados. Normalmente, estes filmes têm um orçamento reduzido e, como são filmados em tão pouco tempo, nunca tenho grandes expetativas em relação aos mesmos, mas gosto sempre de ver um bom romance real. Na altura do William e da Kate, já tinham feito um filme sobre eles que até ficou muito giro. Infelizmente, o filme que fizeram desta vez não ficou tão bom como esse. Para começar, mas que escolha de elenco foi esta? Quase nenhuma das personagens são parecidas com as pessoas que pretendem imitar. O Harry e a Megan são os mais parecidos e, ainda assim, ficaram muito aquém dos reais. Depois, a forma como decidiram abordar a história foi um bocado cute demais, tanto que, às vezes, até chegou a ser cómico. Fiquei na dúvida se queriam fazer um romance ou uma comédia romântica. Mas se nos concentrarmos na história como eles dois se conheceram e se apaixonaram, até nos conseguimos abstrair das partes que correram menos bem e apreciarmos um pouco o filme.


3. Com amor, Simon: Antes de falar deste filme, vamos todos dedicar um breve momento para celebrar o facto de Hollywood estar, finalmente, a produzir filmes com protagonistas gays que não são vilões, a sua vida não acaba numa tragédia e que conseguem realmente ter um final feliz com a sua cara metade. Ter filmes deste género a ser publicitados para uma grande audiência é um passo muito importante para uma sociedade mais inclusiva. " Com amor, Simon" é um filme leve, divertido, com muitos momentos de comédia que, apesar disso, não ofuscam a profundidade emocional deste filme nem retiram o foco da mensagem que pretende transmitir.  E todo este mistério do Simon estar a falar com um rapaz da Internet pelo qual se apaixona e que pode ser qualquer um dos seus colegas (que eu já sabia quem era porque li o livro, mas foi giro na mesma) torna toda esta história mais amorosa e deixa-nos com um sorriso na cara. Há quem diga que este filme é demasiado positivo e que não retrata as dificuldades que é uma pessoa gay ter que se assumir, mas eu acredito que o objetivo deste seja antes servir como um incentivo para quem está a passar por essa luta interior. Paras as pessoas que não fazem parte da comunidade LGBT, "Com amor, Simon", transmite uma lição muito importante sobre empatia e sobre ter em consideração o contexto de uma pessoa antes de julgá-la. Este é um filme que nos deixa a transbordar de felicidade, que nos faz ter esperança na humanidade e que nos faz acreditar que tudo vai acabar por melhorar.



Viram alguns destes filmes? Que filmes viram em maio?

(Post inserido no projeto " Movie 36", criado pela Lyne do blog "Imperium", em parceria com a Sofia do blog " A Sofia World" .  Participantes: Inês Vivas, " Vivus" ;  Vanessa Moreira, " Make It Flower";  Joana Almeida, " Twice Joaninha" ; Joana Sousa, " Jiji"  ; Alice Ramires, " Senta-te e Respira" ; Sónia Pinto, "By The Library" ;  Francisca Gonçalves, " Francisca"  ;  Inês Pinto, " Wallflower" ;  Carina Tomaz, " Discolored Winter";  Sofia Ferreira, " Por onde anda a Sofia?";  Sandra, " Brownie Abroad";  Abby, " Simplicity"; Sofia, " Ensaio sobre o Desassossego" )

12 comentários:

  1. Por acaso não vi nenhum desses filmes! Vi apenas "Os Empatas" e gostei bastante! :D

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quero ver esse filme, parece-me divertido :).

      Eliminar
  2. Estou desejosa de ver «Com amor, Simon», porque também acho que é extremamente importante passar essa mensagem! Além disso, só ouço/leio críticas positivas, o que me aguça ainda mais a curiosidade :)
    Confesso que desconhecia por completo «Anon», mas toda a premissa deixou-me intrigada. Tenho que o acrescentar à lista!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  3. Olá!!!
    Fiquei muito curiosa com o primeiro filme mas já vi sobre a Meghan e o Harry, gostei imenso e achei o filme super giro <3
    Beijinhos
    pimentamaisdoce.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Quero muito ver "Com amor Simon" 😊
    Restantes ainda não vi mas vou tentar.

    ResponderEliminar
  5. Não vi nenhum destes filmes, mas estou curiosa com o último, pois já li e ouvi boas críticas :)

    ResponderEliminar
  6. Adorei a sinopse do filme Anon, vou ver! Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  7. Ando com bastante curiosidade para ver o 'Com amor, Simon', mas ainda não consegui arranjar um tempinho devido aos exames! Ver se no fim desta época consigo ver, pois agora ainda fiquei com mais curiosidade!
    Beijinhos,

    A Maiazita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso mesmo, primeiro os exames, boa sorte :).
      Beijinhos

      Eliminar
  8. Ainda não vi nenhum dos da lista.
    Um beijinho grande*
    Vinte e Muitos
    Unike Store Peças únicas, para mulheres únicas!

    ResponderEliminar
  9. Fiquei muito curiosa com o primeiro, ainda não conhecia! Quanto ao do Harry e da Meghan, sou da mesma opinião que tu... gostei bem mais do filme do William e da Kate :) o Love, Simon também quero muito ver! ;)

    ResponderEliminar