"". Life of Cherry: "No meu blog eu só escrevo para mim." Tretas! !-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

10.6.18

"No meu blog eu só escrevo para mim." Tretas!


Quando alguém diz " eu não escrevo só para mim" causa sempre muito alarido. Muita gente fica chocada, como se fosse um crime. Então quando dizem " eu também escrevo no meu blog para ganhar dinheiro" então aí cai o Carmo e a Trindade ( mas qual é o mal de ganhar dinheiro com um blog?). Aparecem logo não sei quantas pessoas quase a berrar, a plenos pulmões " Eu só escrevo para mim, um blog é só um passatempo".

Eu não escrevo só para mim. Se eu escrevesse só para mim eu não teria um blog, eu teria um diário onde escreveria muito detalhadamente sobre a minha vida, sem filtros, com muitas cenas embaraçosas pelo meio, que me fariam morrer de vergonha se alguma vez fossem lidas por alguém. Honestamente,  seria irresponsável da minha parte  partilhar coisas assim online. 

Vamos aqui refletir sobre uma coisa. Esta cena do " eu só escrevo para mim próprio(a)" é um bocado relativa. Se me disserem antes "eu escrevo sobretudo para mim, se me lerem fixe, se não lerem paciência" aí já é outra história. Isto porque, quando criamos um blog público, temos sempre uma ínfima esperança de sermos lidos, nem que seja inconsciente. Caso contrário, criaríamos um blog privado, ou então escreveríamos em folhas de papel, que ficariam para sempre no fundo das gavetas.  Quando criei o meu blog criei-o com um propósito de ter um cantinho onde pudesse partilhar os meus pensamentos e opiniões mas, lá no fundo, eu sempre quis ser lida por alguém. E ao querer que alguém lesse, eu já não estava apenas a escrever para mim própria, estava a escrever para alguém do outro lado do ecrã. 

Escrever para os nossos leitores não significa que não estejamos a ser genuínos, nem que estejamos a vendermo-nos. Significa que estamos a partilhar as nossas paixões e opiniões e a interagir com eles. É isto que torna a blogosfera tão especial. 

Eu não escrevo só para mim no blog. Eu escrevo sobretudo para mim, o que são coisas diferentes. Escrevo sobretudo para mim própria, e divirto-me com isso porque, de outra forma, não teria sido possível manter o "Life of Cherry" durante estes últimos três anos. Mas também escrevo para os meus leitores, para os entreter, para os ajudar e, talvez, para os inspirar (e fico sempre comovida quando penso que certos posts meus já influenciaram positivamente a vida de algumas pessoas). Estou também aberta a sugestões deles, embora seja sempre quem decide aquilo que quero ver ou não no meu blog.  

Uma das melhores coisas da blogosfera é que pode ser tudo aquilo que tu quiseres. Cada um de nós decide a forma como quer escrever e para quem quer escrever. E não há mal nenhum em admitir que escrevemos com um destinatário em mente.

31 comentários:

  1. Costumo dizer muitas vezes que escrevo para mim, no sentido em que não me deixo influenciar por aquilo que os outros pretendem ler; no sentido em que não deixo de escrever sobre determinada informação só porque a maioria não se revê ou pode não compreender. É o meu espaço, por isso, sou eu que decidido o que é que faz parte dele, mas deixando sempre margem para sugestões. Porque acredito que isso também nos faz crescer. No fundo, digo que escrevo para mim porque estou a falar de temas que me fascinam, mesmo que sejam completamente irrelevantes para terceiros.
    Agora, a questão de partilhar já é diferente. Porque aí, sim, partilho para que leiam e para que se crie uma base de diálogo e de reflexão; uma base de partilha de opiniões e de experiências. Caso não fosse para isso, seguramente, a ideia de ter um blogue não seria tão forte. A minha principal razão para o criar foi a minha paixão pela escrita, mas a verdade é que também é a intereção que sustenta a permanência.
    Pessoalmente, nunca fomentei esse propósito de ganhar dinheiro com o blogue. Se me choque que alguém o faça? Claro que não. Se acho que essa vontade influência a genuinidade do que se escreve? De todo! Cada pessoa tem o direito de traçar o caminho que lhe parece melhor. E se pode ganhar dinheiro com algo que a entusiasma, porque não? Acho que as pessoas têm que deixar de pensar que só há uma rota a seguir.

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Dizer a frase " Escrevo para mim própria" nesse ponto de vista faz mais sentido. Não faz sentido é quando as pessoas estão a negar essa partilha de opiniões e de experiências de que falas.
      Quando, inicialmente, criei o blog, na minha inocência (eu não sabia mesmo nada da blogosfera), nem sabia que era possível ganhar dinheiro com um blog, pelo que esse nunca foi o objetivo principal. O objetivo principal era escrever e continua a ser esse, mas óbvio que se posso ganhar dinheiro a fazer algo que gosto para quê recusar só porque parece mal para outras pessoas? Não acho errado ganhar dinheiro com algo que nos entusiasma. Já tive oportunidade de ganhar algum à conta do meu blog e é realmente uma sensação fantástica, é juntar o útil ao agradável :).
      Beijinhos

      Eliminar
  2. Tens toda razão...
    Estou tão fartinha das pessoas que criticam tudo...ou porque é ou porque não é...affff.
    O

    ResponderEliminar
  3. Não podia estar mais de acordo. Sinto que no meu blog é como se eu acendesse a luz de um farol a indicar: "Hei, está tudo bem pensares assim... eu também penso o mesmo!"
    No meu último post partilhei coisas extremamente estranhas (pouco recomendáveis a serem confessadas), mas não foi só para terapia pessoal... Claramente foi na esperança de alguém ser tão weird como eu e, tanto eu, como essa outra pessoa, não nos sentirmos tão out of place. Quem tem um blog público acaba sempre por esperar algum feedback, algum tipo de identificação e interesse do outro lado. Claro que, quem gosta de escrever, se não recebe esse feedback, não deixa de o fazer. Acredito que, daqui a uns anos terei, se calhar, perspectivas diferentes das que tenho agora e será interessante reler estes posts "antigos" e perceber a minha evolução como pessoa...
    Durante anos escrevi para mim em papel mas, agora com o blog público, eu escrevo para o Universo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também já fiz isso xD. Eu também já partilhei cenas estranhas e embaraçosas na esperança de não ser a única a fazer este tipo de coisas xD. E também já partilhei histórias mais pessoais nas esperança de não ter sido a única a passar pelas lutas que passei.
      Que ótima reflexão que fizeste na última frase!

      Eliminar
  4. Gostei muito :) uma das melhores coisas da blogosfera é a interação com os nossos seguidores :)
    Bjinhosss
    https://matildeferreira.co.uk/

    ResponderEliminar
  5. Concordo tanto contigo - o blog é o nosso espaço, mas é como uma sala de visitas. Eu até posso estar bem lá sozinha, mas se alguém me quiser visitar e fazer-me companhia eu fico muito feliz e recebo-@ com todo o gosto! Caso contrário, lá está, não faria sentido fazê-lo de modo público. Em todo o caso, é sobretudo por mim, sim - ainda agora com isto do RGPD tive uma série de posts a pensar que ninguém lia nem comentava (na realidade eu só não estava a ser avisada dos comentários) e não foi por isso que parei, mas fiquei um bocadinho triste com a sensação de "estar a falar para o boneco" - felizmente era só palermice minha :p

    Jiji

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que comparação genial, Joana! É mesmo isso!
      Eu por acaso não senti os efeitos do RGPD no meu blog, o meu número de visitas e de seguidores continua igual.

      Eliminar
    2. Sim sim, no meu também - felizmente! Foi mesmo só a questão das notificações. Nabice minha, portanto!

      Eliminar
  6. Necessariamente esta é uma das "mentiras" que mais leio na blogosfera, esta e a do ganhar dinheiro. No fundo, todos nós queremos ser lidos e ganhar dinheiro com o trabalho que temos no nosso blog e também dado que algumas pessoas investem e não têm o retorno desse mesmo dinheiro. Já reparei há muito que dizem as coisas às vezes, de maneira a "tapar" a verdade quando essa podemos ver a quilómetros de distância. Enfim. Beijinhos :D

    ResponderEliminar
  7. Um post bem interessante,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  8. Não podia concordar mais. No meu blogue gosto de escrever para os outros, dar a minha opinião sobre certos assuntos, partilhar informações, conhecer os outros bloggers. Assim é que é giro.
    Um beijinho grande*
    Vinte e Muitos
    Unike Store Peças únicas, para mulheres únicas!

    ResponderEliminar
  9. Eu escrevo para mim mas para ser lida. Para partilhar pequenos pormenores da minha vida e chegar nem que seja a uma pessoa. Se assim não fosse limitava-me a ter um diário. Não vamos mais longe... Estou a escrever um novo livro mas esse é, para já, para mim. Não o publico em lado nenhum e só um grupo restrito tem lido os avanços. Talvez um dia seja para o público em geral, ou não. Para já é de mim para mim.

    ResponderEliminar
  10. Olá,
    Concordo plenamente com tudo o que escreveste! Apesar de começarmos um blogue por desejo próprio, a verdade é que estamos sempre à espera que mais alguém leia e interaja connosco.

    ResponderEliminar
  11. Pura verdade...quando comecei o deu Clike, o objetivo era escrever para mudar a minha vida, mas em consequência mudar a vida de alguém também. A ideia é sermos lidos e influenciar a vida (positivamente) de quem nos segue. Se não fosse assim, ter um blogue só para mim não faria sentido.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exatamente, é mesmo essa a ideia dos blogs, influenciar positivamente as pessoas :).

      Eliminar
  12. Tens toda a razão. Cada pessoa é diferentes e todos nós temos objetivos diferentes para os nossos blogues, mas escrevemos sempre para alguém ler, isso é facto.

    ResponderEliminar
  13. Como é óbvio, se temos um blog é porque queiramos que nos leiam, tal como dizes e bem, se fosse mesmo só para nós próprios, escreveríamos um diário!
    Infelizmente a imagem de blogger está manchada e é mal visto ganhar dinheiro com um blog (porque não? dedicamos horas das nossas vidas a isto)...

    Claudia - Mulher XL
    www.mulherxl.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo, se dedicamos tantas horas a isto, porque não?

      Eliminar
  14. É bem verdade. Eu quando criei o blog foi com intenção de mais tarde a minha filha poder ler mais tarde. Agora já é muito mais do que isso.

    ResponderEliminar
  15. Concordo contigo. Claro que não escrevemos só para nós, escrevemos para nós e para quem nos quiser ler, se assim não fosse não teríamos um blogue público. E não deixamos de ser genuínos por isso. Por exemplo, eu escrevo sobre a minha vida (afazeres, paixões, etc) e claro que gosto de ver que alguém leu. Não vou ser hipócrita e dizer que é indiferente se tenho um comentário ou não, porque não é e fico extremamente contente por ver que alguém leu.
    O bom da blogosfera é isto, é a partilha, a troca de opiniões, por isso, sim eu escrevo para mim, mas não só :)

    ResponderEliminar
  16. Costumo dizer isso mesmo, se eu quiser escrever para mim tinha um diário fechado à chave e não um blog. Concordo bastante com este post. Escrevo sobretudo porque gosto, porque me sinto bem a fazê-lo, porque me ajuda e me diverte muito mas não sejamos hipócritas, gosto quando alguém lê, quer sejam cinco ou cem pessoas. Gosto quando alguém se diverte comigo e o melhor dos blogs é mesmo esta partilha.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Concordo plenamente contigo Cherry! As vezes até eu fico chocada com algumas coisas. Já cheguei ao ponto de nem contar que tenho um blogue para as vezes nem arranjar chatices! As pessoas não percebem, só quem tem um e se dedica ao mesmo com amor e dedicação é que sabe !
    Beijinhos <3

    pimentamaisdoce.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tenhas vergonha de partilhar o teu blog. Eu já fui assim mas cansei-me disso. É muito mais libertador quando assumimos as nossas paixões sem vergonhas :).

      Eliminar
  18. Concordo!
    Eu escrevo para os meus leitores, mas ninguém me pode dizer o que escrever ou não escrever. Um problema da blogosfera é que quando algumas pessoas não gostam, tentam mudar a forma de escrever dos bloggers e alguns cedem :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tenho sempre em consideração a opinião dos meus leitores, mas não vou mudar a minha forma de escrever sobre eles. Gosto de receber opiniões construtivas e saber aquilo em que posso melhorar, mas a essência será sempre a mesma :).

      Eliminar
  19. Bem verdade!
    Eu escrevo para ajudar outras pessoas, e quando escrevo sobre viagens eu escrevo pra não esquecer alguns detalhes =)

    beijos!!
    Gábi
    @gabrielaer
    www.casareassim.com

    ResponderEliminar