"". Life of Cherry: O meu "eu" na Internet é mais perfeito que o meu " eu" real? !-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

10.2.18

O meu "eu" na Internet é mais perfeito que o meu " eu" real?

O meu "eu" na Internet é mais perfeito que o meu " eu" real?

Há uns tempos atrás, uma pessoa que anda na minha universidade disse algo que me calou completamente " Pareces ser tão extrovertida no blog, mas na vida real és tão caladinha..." . Já muitos amigos meus me disseram que, dado eu ser introvertida, não esperavam que me expusesse assim na Internet, mas dito daquela forma teve outro impacto. Longe já vão os tempos em que me preocupava com aquilo que pensavam de mim, mas esta pôs-me mesmo a pensar no assunto.

Quanto mais escrevo no blog, mais este contraste entre o meu " eu" online e o meu " eu" na realidade se faz sentir. O meu "eu" online é divertido, sociável e bastante extrovertido; o meu eu " real" é introvertido, tímido para quem não conhece e só se sente confortável quando já conhece as pessoas. O meu " eu" online preocupa-se mais com a estética do que com a funcionalidade; o meu " eu" real gosta mais do que é confortável e prático. O meu " eu" online é opinativo, fala muito, dá dicas e conselhos; o meu "eu" real diz coisas estranhas ou não sabe o que dizer, e muitas vezes fica calado quando deveria falar. O meu "eu" online sabe como fazer amigos (muito facilmente!); o meu " eu" real muitas vezes espera que sejam vocês a dar o primeiro passo (por favor?). O meu " eu" online sabe sempre o que fazer e tem a vida toda organizada, enquanto o meu "eu" real preferia correr para casa vestir o pijaminha ao primeiro sinal de insegurança ou ansiedade.

Uma coisa que também me dizem muitas vezes é que me expresso melhor a escrever do que a falar. E é mesmo verdade! Como blogger, tenho liberdade para escolher os temas que quero abordar no meu cantinho, e é apelativo poder falar sobre os temas por detrás de um ecrã, refletindo bem sobre o assunto e escolhendo cuidadosamente as palavras.

Agora que tenho o blog público, esta discrepância não se faz sentir tanto. Já não sinto que estou a viver uma vida dupla como me sentia quando me escondi atrás de uma imagem de Tumblr. Mas, nos dias em que estou mais ansiosa e a insegurança ataca, esta discrepância é aterrorizante. 

 Por vezes, sinto que a Cherry é um alter ego meu. Como se desejasse ser como uma celebridade que vejo na TV, só que essa celebridade é a pessoa que sou na Internet. Sou eu na mesma, está dentro de mim mas, por algum motivo que ainda desconheço, não a consigo passar para fora do ecrã. 

A Internet, a blogosfera e as redes sociais criam ilusões no que diz respeito à complexidade da personalidade humana. Na Internet tendemos sempre a partilhar apenas as porções mais polidas e mais bonitas da nossa personalidade, deixando de lado as porções mais cortantes, feias e mais escuras da nossa identidade que, muitas vezes, são completamente impróprias para consumo público.

Perdoar esta diferença é uma batalha interior que temos que enfrentar enquanto bloggers. Tentar apreciar e reconhecer que embora o nosso "eu" online seja um bocado diferente do offline, fazem parte da mesma pessoa, da mesma personalidade, da mesma vida. E tentar juntar o melhor dos dois mundos. Tentar aproveitar um pouco das vulnerabilidades e dos monstros feios que moram dentro de nós para criar empatia e ajudar outras pessoas que tenham os mesmos monstros que nós. Usar o nosso " eu" online para nos inspirar a sermos melhores e a nos aproximarmos um bocadinho mais desse "eu", a cada dia que passa. 

40 comentários:

  1. Adorei este post e identifiquei-me imenso! Na maioria das vezes, é muito mais fácil dizermos aquilo que pensamos, sem complexos, quando escrevemos e é tão mais confortável! Ahaha!

    Beijinhos grandes
    inesmartinsxx.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  2. Infelizmente quando estamos por trás de um ecrã podemos ser quem quisermos e termos uma personalidade bem diferente da real. Considero-me igual. Falo tanto no blog como pessoalmente dai não haver qualquer tipo de diferença. Se bem que, tento sempre dar a minha opinião de forma a que não magoe ninguém no blog, quando na "vida" real sou frontal e falo sem pensar se vou magoar ou não. Mas de resto, igual. Gostei imenso do post! Beijinhos

    www.carolinafranco.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Compreendo aquilo que estás a tentar transmitir, mas nunca somos 100% iguais. Sim, há pessoas que fingem mesmo ser algo que não são, mas muitos de nós não o fazemos, apenas não somos iguais no blog e na vida real, da mesma maneira que não somos iguais no trabalho e em casa, mas sobretudo porque tendemos a filtrar mais aquilo que dizemos na Internet :).
      Obrigada :).
      Beijinhos

      Eliminar
  3. Ótimo texto. Parabéns!

    Pela tua auto análise bem sucedida, diria que estás a um passo de 'sintonizar' o teu eu online com o teu eu real.

    Estás sem dúvida no caminho certo para tal. :)

    Beijinho,
    https://anaritaferreira83.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada :).
      Não diria que estou a um passo, mas estou a trabalhar para isso.
      Beijinhos

      Eliminar
  4. O nosso "eu" está em constante metamorfose. Claro que essa discrepância pode ser mais acentuada entre o online e o real, mas a verdade é que também existe quando olhamos aprofundadamente para cada uma delas, porque a nossa postura em relação ao que partilhamos hoje pode ser ligeiramente diferente amanhã. E mesmo a nossa forma de estar em sociedade também sofre mudanças. Isto porque a nossa rede de conforto passa a ser outra.
    Sempre fui muito melhor com as palavras escritas do que com as ditas, precisamente por ser mais introvertida. Além disso, escrever dá-nos outra margem de pensamento, porque temos tempo para elaborar aquilo que pretendemos dizer. Enquanto a falar tem que ser tudo muito mais automático. E se nos enganarmos a escrever uma palavra ou não for bem aquela que queríamos utilizar, temos sempre a possibilidade de apagar e alterar. Num discurso oral não acontece o mesmo.
    Não sinto que haja mal em termos essa diferença, desde que, no final de tudo, não finjamos ser uma pessoa que não somos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É, também ser verifica esta divergência nos próprios posts que escrevemos. Faz parte do processo de crescimento e de experiência de vida, que vai moldando as nossas opiniões.
      É mesmo isso que sinto. Que na escrita temos oportunidade de refletir e editar aquilo que queremos transmitir, enquanto que no discurso oral é o que sai na hora e acabou, se correu mal paciência.
      Sem dúvida que isso é o mais importante, não podemos usar esta "proteção" para criar uma personagem que não somos.

      Eliminar
  5. Identifico-me tanto com isto! Acho que quando escrevemos, acabamos por refletir melhor nas nossas ideias, encontramos muito mais facilmente as palavras que queros usar para nos expressar. Tenta no teu dia a dia, incorporar o teu "eu-online" nos assuntos em que te sentes mais confiante, porque vais sair-te muito bem!
    Por onde anda a Sofia?-Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelo conselho, vou tentar fazê-lo mais vezes :).

      Eliminar
  6. Penso que se há algo que me assusta ao ter um blog público (ainda por cima já tendo estado também por detrás duma foto que não minha como anónima) é mesmo estar sujeita a esse tipo de comentários, especialmente por parte de pessoas que não conheço muito bem.
    Compreendo o que queres dizer com o sermos o nosso eu mais polido nas publicações, mas se pensarmos bem é normal que assim o seja tendo em conta que estamos literalmente a dar a cara pelo que escrevemos e queremos que esteja o melhor possível.
    Devemos é ter cuidado para não nos afastarmos muito do nosso eu real, usá-lo como motivação - como tu própria dizes na publicação - e também ter em conta que o que acontece connosco neste aspeto também acontece com as restantes pessoas que expõem parte de si na internet. Ninguém tem uma vida perfeita
    Que consigas cada vez mais aproximar o teu eu blogosférico do teu eu da vida real!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estando fora do anonimato há pouco tempo, é uma realidade à qual ainda me estou a habituar, mas que não me impede de escrever como sempre escrevi. Apesar de também me assustar, tento pensar que as pessoas criticam sempre, se não tivesse um blog iriam implicar com outra coisa.
      Obrigada :).

      Eliminar
  7. Diria que é mais fácil estar por detrás do ecrã e sermos mais "nós". Não significa que não sejamos nós próprios no quotidiano. Somos a mesma pessoa, a essência há que se manter e é isso que faz sermos quem somos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também sinto isso, sinto que neste blog consigo ser mais eu, embora também o seja fora dele.

      Eliminar
  8. Eu nunca convivi muito contigo, mas das poucas vezes que estivemos juntas não te achei nada introvertida ou tímida. Mas acredito que te sintas mais confortável em comunicar aqui do que pessoalmente, acho que até certo ponto eu também. No que toca a conhecer pessoas, eu sou péssima x)
    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho me esforçado para contrariar a timidez :). Quando já estou à vontade com as pessoas, como é o teu caso :), já não me sinto assim.
      Eu também xD.
      Beijinhos

      Eliminar
  9. Apreciei imenso a sinceridade com que escreveste este post. Tão honesto, down to earth. Mesmo bonito. E não tem mal nenhum que exista esta divergência que acaba por convergir na excelente pessoa que és. Acho que quem te conhece sabe perfeitamente que não são duas pessoas distintas, mas sim duas que se completam lindamente.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada Ju <3. Fico feliz e lisonjeada por saber que o meu blog te transmite isso.
      Beijinhos

      Eliminar
  10. Compreendo-te perfeitamente, é sempre mais fácil "falar" sem público e ainda mais fácil falar por escrito. Beijinhos*

    ResponderEliminar
  11. Que post tão incrível Cherry. Aprecio imenso a coragem que tens em abordar este tipo de assuntos, algo sobre ti.
    Há pessoas e pessoas, por exemplo eu não acho que seja muito diferente do meu eu real, no entanto é óbvio que há coisas que não passam para o meu blog, ainda por cima voltei há relativamente pouco tempo para a blogosfera. É normal e vão haver sempre coisas que não são tanto assim. Não sei como és pessoalmente, mas sei como és online e gosto mesmo muito da pessoa que és. O importante é que te aceites tal e qual como és nos "dois mundos", de certeza que não és assim tão diferente, deixa-te inspirar e aposto que é uma complementação perfeita :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada <3.
      Não sou assim tão diferente, é algo que sinto mais nos dias em que estou mais insegura e/ou ansiosa, mas vou tentar aproveitar o melhor dos dois mundos :).

      Eliminar
  12. Acho que isso é a coisa mais normal. No teu blog, entras, crias uma publicação a falar de algo que te interessa falar, dar a tua opinião. No dia-a-dia, por norma, as conversas surgem naturalmente, não vais simplesmente começar a falar à toa com ninguém. Por exemplo, não te vês a chegar ao pé das pessoas e dizer: "Sabes que tenho 20 anos e nunca namorei?" "Gosto de ter as unhas pintadas, mas em casa encontro sempre problemas, queres saber quais são?" "Queres saber qual é o meu top 10 de coisas irritantes com chamadas telefónicas?" "Usavas o MSN Messenger? Vê lá se te lembras disto!"... pois não? :p porque é simplesmente awkward. Também é natural que te exprimas melhor por escrito, qualquer pessoa o fará, porque tem tempo de pensar nas palavras que escolhe usar. Online tudo parece natural, tu adicionas pessoas no facebook, comunicas com pessoas nos blogs, travas conhecimentos, vês fotos das férias dos outros e o que comeram ao almoço. Pessoalmente, ninguém vai atrás de ninguém com álbuns de fotos das férias. Ninguém aborda pessoas na rua para dar opiniões pessoais ou fazer amigos. Porque é só estranho :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que eu me ri com o teu comentário ahahah xD. Imaginei mesmo as pessoas a fazer isso, ia ser bonito ia xD. Realmente, seria mesmo muito awkward abordar muitos das temáticas que já abordei aqui na vida real. É aquilo que eu gosto no mundo dos blogs, tens liberdade para ser estranha e para abordar os assuntos mais random.

      Eliminar
  13. " Usar o nosso " eu" online para nos inspirar a sermos melhores e a nos aproximarmos um bocadinho mais desse "eu", a cada dia que passa." - é isto mesmo!

    ResponderEliminar
  14. Há que encarar o eu virtual como um impulsionador. É tentar levá-lo até à realidade, fundindo os dois eus. Já os tens em ti por isso é só arranjar um meio termo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É algo que tenho tentado implementar na minha vida :).

      Eliminar
  15. O teu eu daqui é um fragmento do teu eu real. Não deixas de ser tu é só outra visão de ti. Aqui sentes-te em casa e dizes as coisas com mais confiança do que no mundo real. Aqui está toda a gente "parada" a ouvir-te não tens de competir pela conversa nem pela atenção. O que dá mais liberdade e honestidade porque não sentes o publico presente. Não mudamos de personalidade as pessoas é que se calhar não estão tão atentas a ti como quando te leem no blog. E nós quando temos a hipótese de mostrar-nos ao mundo mostra-mos sempre a versão mais "cor de rosa". Beijinho :*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este teu comentário é tão verdade e tão real! Descreve perfeitamente porque muitos de nós nos sentimos tão bem na blogosfera.
      Beijinhos

      Eliminar
  16. Revi-me perfeitamente naquilo que disseste. Offline consigo dar a minha opinião sobre os temas de conversa mas sinto-me mais de pé atrás e por vezes não consigo expressar-me tão bem como na escrita. No blogue sinto que é diferente, não sei explicar bem porquê, mas talvez porque me sinto mais confortável no cantinho que criei.
    Gostei muito do facto de teres partilhado isto porque mostra que muitos bloggers podem passar por isso, muitas vezes sem o referirem, e faz-me sentir acompanhada na jornada de tentar esbater a diferença
    Obrigada :) beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Era esse um dos meus objetivos, encontrar pessoas no mesmo barco que eu :).
      Beijinhos

      Eliminar
  17. Compreendo-te tão bem! O meu "eu" online é tão extrovertido, mas eu na realidade sou tão mas tão tímida! Para mim, também, é mais escrever do que falar xD

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  18. Eu compreendo e é normal expressares te com mais facilidade por aqui, antes eu era bem mais caladinha e usava o blog para me exprimir, ajudou-me imenso na altura.

    Não te preocupes com isso porque é o teu verdadeiro "eu" nas duas formas, online ou real, és tu.

    Beijinho
    doce-branca.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O blog está ajudar-me imenso a ser menos tímida :).
      Beijinhos

      Eliminar
  19. Isso é completamente normal. Sim, pode ser um alterego teu. É quase impossível uma pessoa ter uma identidade real igual à online. Varia sempre um pouco. E quem diz o contrário está a mentir ;)

    ResponderEliminar