"". Life of Cherry: 5 dicas para o Instagram que não resultam comigo !-- Javascript Resumo Automático de Postagens-->

12.10.17

5 dicas para o Instagram que não resultam comigo

5 dicas para o Instagram que não resultam comigo

Não há dúvida nenhum que o Instagram é uma plataforma excelente para divulgarmos a nossa marca, quer sejamos bloggers, youtubers, ou apenas pessoas que que querem levar a sua paixão por fotografia ao próximo nível. Por isso, todos nós utilizamos estratégias para criar a melhor conta possível e chegar ao maior número de pessoas.

Pela blogosfera fora, multiplicam-se os posts com dicas e conselhos para o Instagram, muitos dos quais garantem ter a receita para o sucesso garantido nesta rede social. Basta pesquisarem " dicas para Instagram", que aparecem logo umas 132839 páginas a falar sobre o assunto. Muitas destas publicações têm dicas realmente úteis ( e eu já aprendi imenso com a ajuda destas), mas existem outras publicações que até dá vontade de rir, de tão ridículas que são.  É incrível o que as pessoas fazem para serem mais famosas na Internet. Para muitos, estas estratégias podem realmente resultar, mas comigo não resultam. Talvez tivesse mais seguidores se aplica algumas destas tácticas mas, se tiver que escolher, prefiro ter uma conta que eu gosto e que seja a minha cara, do que uma conta com milhares de seguidores.


1. Seguir pessoas de volta: Odeio ler comentários no meu blog a dizer " Segui, segues de volta?" . Portanto, como devem calcular, também odeio ver isto nas redes sociais. Aquilo que me revolta é que existem bloggers a dar mesmo esta dica, do tipo " sigam 100 contas por dia, arranjem uma app para controlar os vossos seguidores, e quem não vos seguir, deixem de seguir também". Sim, isto é uma boa técnica para ganharem rapidamente seguidores no Instagram, mas estarão a ganhar seguidores realmente interessados no vosso conteúdo? A mim parece-me que não. Desta forma, só estarão a aumentar o número de seguidores porque, na realidade, estes não estão a interagir convosco. Eu prefiro ter poucos seguidores, mas os poucos que tenho estarem realmente interessados no conteúdo que partilho. 

2. Usar Instagram Pods: Desde que o Instagram mudou o algoritmo, muitas pessoas têm tentado quebrar o sistema, de forma a que as suas fotos se tornem mais relevantes e apareçam no feed de mais gente. Uma das formas que muitas bloggers e youtubers estão a usar para atingir esse objetivo são Instagram Pods que são, basicamente, grupos de 10 a 15 pessoas, que partilham as suas fotos por mensagens privadas e se comprometem a pôr gostos e a comentar todas as fotos das outras, mal as vejam. Uma coisa é divulgar a nossa conta de Instagram e convidar as pessoas a seguirem, outra coisa é andar fazer spam às pessoas e obrigá-las a pôr gostos nas nossas fotos. É quase a mesma coisa do que seguir contas/blogs que não gostamos só para ganhar seguidores. Este truque, além de desonesto, vai contra as regras do Instagram, que já emitiu um comunicado a dizer que vai banir todas os utilizadores que usarem Instagram Pods.

3. Criar um tema consistente: Ultimamente, parece que virou moda todas as bloggers e youtubers criarem um Instagram consistente, com um esquema de cores bem definido e sempre com o mesmo padrão. Embora eu seja da opinião que devemos ter cuidado com a estética das fotos, com a luz e com o background que usamos ( eu, pessoalmente, tento usar sempre fundos claros, para cansar menos a vista), criar um tema com um esquema de cores e um padrão limitado é um pouco aborrecido. Sim, contas assim são muito bonitas, mas não parecem reais, parecem mais obras de arte num museu do que propriamente uma conta de Instagram de uma pessoa real.

4. Publicar apenas um certo tipo de fotos: Muitos instagrammers são da opinião que não devemos publicar todas as fotos que tiramos, que devemo-nos centrar em apenas alguns temas, que devemos escolher se publicamos sobre moda e beleza ou viagens e comida, por exemplo. Eu discordo completamente desta estratégia. Obviamente que não devemos publicar tudo no Instagram, mas também não precisamos de ser assim tão seletivos. Ao sermos assim, estamos a retirar espontaneidade e personalidade do nosso perfil. Eu gosto de ver contas com fotos variadas, de comida, beleza, looks, viagens, enfim, que documente um pouco aquilo que é a vida da pessoa e que transmita a sua essência. É isso que eu tento fazer na minha conta.

5. O número de seguidores não deve ser inferior ao número de contas que seguimos:Até me custou a acreditar quando li isto em alguns blogs. Supostamente, fica mal ter um número mais elevado no " seguindo" do que na parte dos "seguidores", pode dar a impressão que estamos desesperados por seguidores, e que seguimos todas as contas que nos aparecem à frente, o que nos pode prejudicar o nosso desempenho no Instagram(?) De acordo com estas bloggers, o melhor é seguir apenas aquelas contas que temos a certeza que nos vão seguir de volta, e deixar de seguir aquelas que não nos retribuem. Isto é pura estupidez! Se eu gosto dos perfis que sigo, não os vou deixar de seguir só para diminuir o número de contas que sigo, para ficar bem. Era só o que me faltava deixar de seguir contas que gosto só para ganhar mais seguidores.


E vocês? Quais são as dicas de Instagram que não seguem?

53 comentários:

  1. Concordo com a regra número 4, ou seja, não devemos nos limitar a publicar fotos de um ou outro determinado tema. Este post fez-me lembrar as Jornadas de Comunicação do Instituto Politécnico de Portalegre às quais fui como convidado e participei num dos módulos como orador e curioso foi que uma parte da audiência acreditava verdadeiramente que o segredo para o sucesso nos blogues e no Instagram passa por sermos selectivos no nosso conteúdo e no que publicamos nas redes sociais, pois se publicarmos "sobre tudo e mais alguma coisa", perdemos audiência e perdemos seguidores porque as pessoas não querem seguir "mais uma conta com tudo e mais alguma coisa". Quase nem quis acreditar quando ouvi mais do que uma pessoa dizer isto, uma vez que discordo completamente e, para mim, não faz qualquer sentido.

    Apesar de ter um "tema" no meu feed do Instagram, as fotografias que publico são naturais e são o que me "vai na alma" na altura. Mas publicar acerca de um número restrito de temas, isso para mim não faz sentido.

    Beijinhos Cherry,
    Ricardo
    www.opinguimsemasas.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É impressionante o número de pessoas que acham que esta estratégia é o segredo para o sucesso no Instagram é serem seletivos nas fotos que publicam. Essa de " se publicarmos sobre tudo e mais uma coisa perdemos a audiência" é um bocado relativo. Depende muito do conteúdo de uma conta e da qualidade das fotos. Algumas das minhas contas favoritas publicam as fotos mais random, e resulta porque são fotos de qualidade, relevantes e que transmitem a essência da pessoa.
      Eu também publico o que me vai na alma. Gosto que o Instagram transmita um pouco da minha personalidade e vá documentando a minha vida.

      Eliminar
  2. Não sigo nenhuma dessas dicas, apesar de já me ter cruzado imensas vezes com as mesmas! Aquela que me incomoda mais (acho que cai no ridículo e tudo) são as pessoas que limitam o seu Instagram a determinado tipo de conteúdo. Acho que devemos partilhar as fotografias que gostamos, sejam elas de comida, viagens ou outfits, desde que faça sentido para nós partilhá-las.
    Os únicos cuidados que tenho são com utilizar sempre filtros semelhantes, para as fotografias não destoarem imenso umas das outras. Mas a nível de cores vario imenso!

    My Own Anatomy ✨

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que limitar o conteúdo torna as contas mais pobres, menos espontâneos e menos reais.
      Eu também tenho esse cuidado de usar filtros semelhantes mas, de resto, publico aquilo que me vai na alma na altura.

      Eliminar
  3. Finalmente um post de dicas do Instagram que não pareça copy e paste uns dos outros. Adorei o teu post e muito sinceramente concordo se não for tudo, com quase tudo o que disseste. É claro que secalhar muitos vão dizer que é tudo dor de cotovelo porque não tenho muitos seguidores nem um feed maravilhoso mas who cares? Eu tenho um feed que eu gosto e se tenho poucos seguidores, como se costuma dizer são poucos mas bons.
    Há certas dicas muito interessantes mas normalmente são sempre iguais, eu sou apologista que um bom feed é um feed que realmente se gosta e se uma pessoa gosta de fazer esquemas de cores etc. acho muito bem mas se não, não acho bem que o faça só para ter seguidores.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada :). Deixa lá que eu também não tenho muitos seguidores, mas mais vale poucos e bons do que muitos que não querem saber do nosso conteúdo para nada.
      Na blogsfera vêem-se posts muito bons, mas muitos acabam por ser repetitivos ( muita gente acaba por copiar, mas isso já nem comento).
      Eu também defendo isso, uma pessoa tem é que criar um feed que realmente gosta, não é para ter mais seguidores. Até porque se criarmkos um feed que adoramos, as pessoas também acabam por adorar e seguir-nos.

      Eliminar
  4. Nem sequer sabia que os Instagram Pods eram algo que existia, para ser sincera! E seguir +100 pessoas por dia também não resulta comigo, acho até algo extenuante estar constantemente a seguir pessoas e esperar um retorno a toda a hora. Prefiro ir ganhando seguidores através de alguma interacção com outras pessoas e através do meu conteúdo :)

    Beijinhos,
    Sónia Rodrigues Pinto
    By the Library

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também só descobri há pouco tempo, porque uma blogger escreveu isso num post de dicas. Eu nem sequer tenho vida para isso! Eu também prefiro que seja assim, acho que é a forma mais honesta e mais recompensadora a longo prazo :).

      Eliminar
  5. Concordo a 100% com tudo o que disseste! Também não gosto nada de ver comentários desses e no instagram so uso app de followers para ver quem está constantemente a seguir e a desseguir, acho uma falta de respeito esse tipo de estratégia para atrair seguidores e eu deixo de seguir a pessoa, mesmo que até goste...
    Quando ao feed sou um mix feelings, uns dias nem quero saber do aspeto, outros gostava de ter aquilo direitinho, mas é a tal coisa depois tenho de estar a escolher foto a foto se fica bem ou mal e dá mais trabalho do que sei lá o que, ser espontâneo é bem melhor!
    Quanto aos números já tinha ouvido falar nisso e até tentei reduzir o meu de pessoas a seguir porque sigo imensas contas inativas e daquelas que não são nada originais são mais um banco de imagens/videos que outra coisa. Mas tal como tudo de vez em quando leva filtragem.

    Gostei muito do post! kiss^^

    Patsilvarte : blog | youtube

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo uma falta de respeito. As pessoas têm trabalho de criar bom conteúdo, para depois aparecerem pessoas que só comentam para ter seguidores. Enfim...
      Eu gosto muito de ver isso noutros perfis, no meu gosto que seja espontâneo e que documente um pouco a minha vida.
      Para mim, essa dica não faz sentido. Uma pessoa pode e deve seguir todas as contas que gosta. Nem que sejam umas 1000. Eu de vez em quando também faço uma limpeza, por causa das contas que ficam inativas ou que têm conteúdo que me faz perder o interesse.
      Obrigada :).

      Eliminar
  6. "Odeio ler comentários no meu blog a dizer " Segui, segues de volta?" " Obrigada obrigada obrigada!!!!! Odeio de morte e até sou capaz de não seguir de propósito mesmo que até não desgoste do conteúdo...
    quanto ao insta eu publico o que quero quando quero porque é o insta do blogue e pessoal ao mesmo tempo mas o meu blogue é muito pessoal por isso faz sentido (a meu ver)... Todas essas regras que falas são ridículas, quando alguém faz comentários de treta e/ou venda no meu insta e pede p "seguir que eu sigo" muitas vezes até bloqueio essas pessoas/empresas/bots.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu até perco a vontade de clicar no link do blog só de ler comentários assim.
      Eu tenho um insta pessoal e para o blog, mas publico o que quero em ambas.
      Eu não bloqueio, mas ignoro completamente.

      Eliminar
  7. Definitivamente sou muito ingénua porque nunca pensei que no Instagram também existisse essa pseudo-política de troca de seguidores, não seguir quem não nos segue, blá blá. Mas não tenho conta nessa rede, por isso mereço um desconto xD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois, não estás na rede social, é normal :).

      Eliminar
    2. Pensei que fosse como o Tumblr :c Lá seguimos quem gostamos e pronto, não há chatices.

      Eliminar
    3. Quem me dera que fosse como no Tumblr. No instagram existe muita competitividade, tal como na blogosfera.

      Eliminar
  8. Eu fico de queixo caído com a quantidade de dicas que caem do céu! É que muitas delas, como referiste e bem, são ridículas. E estas que partilhaste exemplificam isso mesmo. Não me faz sentido haver assim tantas restrições, até porque depois perde-se uma certa verdade, naturalidade e espontaneidade nas nossas contas. Eu sou apaixonada por fotografia e tenho cada vez mais cuidado com a qualidade das mesmas, mas, de resto, ignoro todas estas "etapas" para ter uma conta incrível!
    A partir do momento que a conta é pessoal, não me faz sentido partilhar só sobre determinado tema, sobretudo porque não nos interessamos apenas por um. Claro que podemos dar mais destaque a uns do que a outros, mas daí até limitar vai uma grande diferença. Outra coisa que me faz confusão é haver «as melhores horas para publicar». Está tudo bem? Se me apetece publicar às 10h, porque é que vou esperar até às 18h/19h (ou a hora a que for)? As pessoas andam tão obcecadas com os números que nem desfrutam das coisas como deve ser.
    Essa do «segui, segues de volta?» faz-me trepar paredes!! Essa dos Instagram Pods é uma novidade para mim, mas segue a mesma linha ridícula das outras. Em relação aos seguidores, estava tramada, porque sigo mais contas do que aquelas que me seguem :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também fico parva com as dicas ridículas que dão! Não sei se ria ou se chore xD. Verdade, eu se seguisse estas restrições todas fartava-me do Instagram num instante. Tira mesmo a piada a coisa. O objetivo da rede social é partilhar aquilo que nos apaixona, ganhar seguidores é apenas um bónus.
      Essa das " melhores horas para publicar" com o novo algoritmo do Instagram já não faz sentido. Independentemente da hora que publicares, a tua foto pode não aparecer na mesma no feed, agora é mais uma questão de revelância ( o que é estúpido, fazia muito mais sentido quando era por ordem cronológica). Mas por acaso faço isso no blog, publico sempre por volta das 21 h/22 h não só porque sei que quando está mais gente online, mas também para criar uma rotina de publicar sempre à mesma hora para os leitores já saberem quando podem ler novos posts aqui no blog.
      Eu também xD.

      Eliminar
    2. Somos duas :p exatamente, não diria melhor!
      Sim, concordo, acho que deviam continuar a aparecer por ordem cronológica, da maneira como está acaba por ficar um pouco confuso. No blogue também passei a ter essa rotina de publicar sempre a uma determinada hora, precisamente para as pessoas já terem uma ideia de quando há publicações novas :)

      Eliminar
  9. Os pontos 1, 2 e 5 tiram-me do sério, honestamente. Acho que é subverter completamente o propósito das redes sociais - que deviam ser para nos inspirarmos, sabermos novidades e comunicar, e não andar obcecados com números. Juro que não entendo esta panca. Mesmo que seja para atingir grandes números para o usar como ferramenta de trabalho, eventualmente a interacção vai ficar uma miséria e aí não há como justificar qualquer negócio.

    Quanto aos restantes, acho que acaba por depender do tipo de conta que tens. Sendo uma conta pessoal, acho que não faz sentido nenhum ser obcecado por isso! Pessoalmente, tenho "mais ou menos" um tema, mas tem a ver com os meus gostos estéticos e não com nenhum "tem que ser".

    As pessoas andam demasiado vidradas nisto dos números...

    Jiji

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exato, as redes sociais são muito mais que números. Exato, da minha pouca experiência blogosférica, aquilo que eu tenho vindo a constatar é que ter uma boa interação com os utilizadores é muito mais importante do que ter muitos seguidores. Se tivermos muitos seguidores mas a interação for fraca, não adianta de nada.

      Eu tenho uma conta pessoal e outra para o blog, mas não uso temas em ambas. Claro que tenho algum cuidado com a qualidade e os filtros, mas gosto que sejam naturais e espontâneas :).

      Eliminar
  10. Detesto (tal como nos blogs) seguir para ser seguida. Sigo as contas que gosto (tais como blogs) e ponto final. ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é assim que toda a gente devia fazer :).

      Eliminar
  11. Também sou da opinião de que o nosso instagram deve refletir quem nós somos e desconhecia completamente isso do Instagram Pods.

    ResponderEliminar
  12. De facto isto também não é aquilo que defendo. Eu sigo quem quero, eu publico o que quero, e quem realmente gostar, gosta.

    ResponderEliminar
  13. Eu confesso que ainda não estou muito familiarizada com o instagram...



    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  14. Detesto seguir para ser seguida. Nunca faço isso. Se sigo é porque gosto do conteúdo e não porque "me pedem"!

    amarcadamarta.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  15. Não podia concordar mais contigo! Mas se calhar também tem a ver com a postura de cada um face ao blogue ou redes sociais. No meu caso, tudo isto tem de ser um prazer. Quando se começa a querer profissionalizar a coisa, se calhar a postura muda... não sei...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Profissionalizar um blog não implica que percamos o prazer ou a paixão que temos por este. A paixão e a genuidade tem que estar sempre lá. Na minha opinião, não faz sentido de outra forma. Cada vez levo mais o meu blog a sério, e pretendo torná-lo mais profissional, mas é uma vontade que surge precisamente por eu ter gosto nisto :).

      Eliminar
  16. Não sigo dica nenhuma, o meu instagram não segue tema, eu ponho as fotos que gosto e quero, porque acho que o instagram é isso mesmo, é nosso.
    Em relação a seguidores? É de loucos, seguem mas como não se retribui deixam de seguir. Não interessa ter muitos seguidores se depois não se interessam pelas nossas fotografias.
    E depois há pessoas com muitos seguidores que dizem "só tens esses seguidores? Só tens esses gostos?" i don't care, o meu instagram não é obrigado a agradar a todos.
    Eu gosto do teu instagram, simples e bonito :)

    Juliana
    @ze.pedro.e.juliana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exatamente, é assim que tem que ser. As pessoas andam loucas com os seguidores, e esquecem-se de qual é o verdadeiro objetivo desta rede social, que é partilhar fotografias que nos inspiram e inspiram os outros.

      Eliminar
  17. Também não me sigo nada por essas regras!
    beijinhos
    https://direitoporlinhastortas-id.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  18. Coisas que acabei de ler pela primeira vez mas que, tal como a ti,não fazem sentido na minha cabeça. Eu posto o que me apetece, sigo quem eu quero e pronto. Sou contra seguir esse tipo de "regras". Beijinhos*

    ResponderEliminar
  19. Eu não ligo naaaaada a essas coisas! Tenho o meu instagram para partilhar fotografias e ver fotografias bonitas, por isso não me interessa se sigo um maior número de pessoas do que seguidores que tenha, ou preocupar-me com a consistência das fotografias x)

    ResponderEliminar
  20. Não tenho Instagram, já pensei em criar para poder seguir outros, porque adoro fotografia.
    Só quando criei o blogue é que criei conta no Facebook e mesmo assim só lá partilho os posts do blogue.
    Mas, não sou nenhuma velha do Restelo ...
    G

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se gostas de fotografia podias criar uma conta, assim poderás partilhar as tuas fotos e seres inspirada por outros utilizadores :).

      Eliminar
  21. Ultimamente o instagram é levado demasiado a sério, devia ser uma rede social para partilhar os bons momentos que capturamos mas foi perdendo esse objetivo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exatamente, é esse o objetivo principal desta rede social, acho que muita gente se esquece disso.

      Eliminar
  22. Tanta estupidez junta, realmente. Eu tenho uma conta de Instagram pessoal e privada, só pessoas que conheço muito bem é que são meus seguidores e estou-me bem a marimbar para números e estatísticas. As pessoas pensão tão pequeno...

    ResponderEliminar
  23. Eu não sigo dicas nenhumas. Limito-me a tirar fotografias e de vez em quando, muito raramente, publico no Instagram. Também só criei uma conta há pouco tempo, por isso não ligo muito. :P

    ResponderEliminar
  24. Concordo tanto com o que escreveste. Eu sigo as contas que quero e realmente gosto e não porque me seguem ou quero que me sigam, sigo porque gosto, em relação a um tema, não ligo muito a isso, tenho cuidado em relação a tons e isso, mas publico um bocadinho de tudo, basicamente é o que me apetecer. Gostei do post :)

    ResponderEliminar
  25. Se fizesse o que dita essa lista (que já vi várias pessoas a indicar que são boas estratégias) morria logo com o tema e o publicar um certo tipo de fotografias. Sou da opinião que podemos partilhar tudo o que quisermos no instagram só temos de ter em atenção se existe leitura ou quebra da leitura do nosso feed.
    Beijinho *
    www.theloveavenue.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também eu, a minha conta morria logo xD:

      Eliminar
  26. Gostei mesmo do post, achei realmente interessante.
    Como estás no Girly deves ter visto a minha publicação sobre a suposta "empresa" que faz consultoria de instagrams e quando eu vi essa dica de seguir e deixar de seguir fiquei tipo, what? Realmente acho que pode resultar (em termos de números) a curto prazo, mas com certeza não resulta a longo prazo ahah agora isso de "ficar mal" seguir mais pessoas do que nos seguem nunca tinha ouvido falar :o onde é que isso interfere mesmo? :D

    Um beijinho grande, Vera
    www.planyar.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada :).
      Eu vi essa publicação, na verdade foi isso que me inspirou a escrever este post. Concordo, todas estas estratégias acabam por falhar a longo prazo.

      Eliminar
  27. Para mim, sucesso não é ter muitos seguidores, seja em que rede social for, o que se traduz, provavelmente, no número pouco elevado de pessoas que me lêem no blog. Sucesso é ter seguidores interessados no que publico. Não quero lá pessoas que só estão a encher, porque isso não me serve para nada e não é o meu objectivo. Tal como não sigo pessoas que me seguem só porque me seguem. Sigo se gostar, lamento. Não uso estratégias nenhumas, aliás, eu Instagram só tenho pessoal, nem uso para o blog.

    ResponderEliminar
  28. Apesar de concordar com a maior parte do que escreveste aqui, não estou muito de acordo com o ponto 4. Porque na verdade isso depende muito do tipo de conta que tens, e qual é o objectivo dessa conta. No meu caso, o instagram não é pessoal, é o instagram do blogue, da marca que estou a tentar criar (e a palavra "marca" aqui é importante). Não faz sentido partilhar o meu trabalho "normal", por exemplo, porque o blogue não se foca nesse tema, compreendes? Se o meu cantinho na internet fosse mais generalista, obviamente que iria concordar com o teu ponto. Mas se o próprio blogue é específico - como é o meu caso: é de viagens, não do chamado "lifestyle" ou outra coisa qualquer - faz sentido que o instagram também seja específico. Porque o objectivo do instagram, nesse caso, também é muito particular.

    Não digo com isto que toda a gente deva ter apenas um tema no seu instagram. Só acho que depende do que queres para a tua conta e qual é o teu objectivo ao estares nessa rede social. Não há objectivos errados, mas acredito que as tuas partilhas devem estar alinhadas com o propósito que definiste para o instagram (ou outra rede social qualquer). Se é um propósito generalista, é espectável que se partilhe sobre tudo. Se é para representar algo mais específico, as partilhas devem ser relacionadas com esse tema.

    Espero ter-me feito entender :)

    Mundo Indefinido

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Fizeste-te entender muito bem :).
      Eu critiquei a regra essencialmente por estar a generalizar, por estar a dizer que, se não fizermos aquilo, não seremos bem sucedidos no Instagram. Escrevi o post de um ponto de vista pessoal, pelo que não englobei casos como o teu ( e por acaso nem me ocorreu).No teu caso, realmente, faz todo o sentido criares um tema específico, uma vez que tens um blog de viagens.

      Sim, no caso de se ter um blog mais específico ou de se ser uma marca, faz mais sentido. Agora acho que não se justifica quando são contas de "pessoas comuns" ou generalistas.

      Eliminar
  29. nunca gostei muito de redes socias mas o Instragram como é sobre fotos dei credito e abri a conta. E realmente não vou aceitar todos os convites que recebo.As fotos sao pessoais e não é só por ficar bem ter muitos seguidores que tenho de aceitar!O que realmente me deixou intrigada foi neste Domingo vi uma foto onde dois seguidores meus e meus amigos tinham gostado .Mas depois apercebi me que a foto é de uma conta privada!!!Então as minhas fotos também podem ser vistas se colocarem gostos!!!Não consigo ver isso na privacidade do Instragram?!?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que te estás aa referir a fotos partilhadas. Quando alguém te identifica numa foto, essa foto irá aparecer na zona " fotos de ti e na delas, o que torna possível que pessoas com conta privada sejam vistas em contas públicas. Mas só são vistas através dessa foto, todas as outras são privadas. Por isso as tuas fotos são completamente privadas a não ser que identifiques alguém.

      Eliminar